Num tributo aos 20 anos sem o nosso campeão das pistas, artista recria os carros mais simbólicos de Senna na Fórmula 1 para oferecer aos fãs a emoção de ver e pilotar as máquinas que consagraram o brasileiro como o maior piloto de todos os tempos.

No dia 1º de maio de 2014 faz 20 anos que Ayrton Senna da Silva nos deixou, em um acidente catastrófico no circuito de Imola, na Itália. Sua morte representou uma mudança na Fórmula 1 e também na vida dos brasileiros, que não teriam mais motivos para acordar cedo aos domingos. O Brasil ganhou um ídolo imortal, mas perdeu um exemplo vivo de perseverança e do Brasil “que dá certo”. Seu nome e seu legado jamais serão esquecidos, e no ano que completa 20 anos de sua morte, uma homenagem em especial será nostálgica e emocionante para todos os brasileiros: a construção da Lotus com que Ayrton venceu seu primeiro Grande Prêmio na Fórmula 1, em 1985, em Portugal, e da McLaren MP 4/8 pilotada por Senna quando venceu o GP Brasil pela segunda vez, em 1993. O idealizador e criador dos carros é o designer Adhemar Cabral, fã incondicional de Senna e amante da velocidade.

A réplica da McLaren será a segunda de Ayrton feita por Adhemar que vai roncar e andar forte, já que ele foi o responsável por produzir o carro que desfilou com a Unidos da Tijuca no Carnaval 2014 do Rio de Janeiro. Em seu desfile a escola fez uma homenagem a Ayrton Senna, o que rendeu o título à agremiação e trouxe muita emoção ao público quando viu a “McLaren de Senna” na avenida do samba.

Neste novo projeto, além da homenagem, Adhemar busca a superação pessoal, já que ele garante que este carro trará detalhes e dimensões idênticas ao bólido pilotado por Senna. “Esta McLaren será quase um filho, pois quero deixá-la exatamente igual a do Ayrton para poder observar a reação das pessoas ao verem o carro. Quero ver e sentir a emoção das pessoas, pois o país inteiro admira o Senna, mesmo quem não gosta de Fórmula 1”, comenta o designer.

Além da McLaren, Adhemar também produz a réplica da Lotus que Senna pilotou quando conseguiu sua primeira vitória na Fórmula 1, em 1985, no Autódromo do Estoril, em Portugal. Por esta vitória e por toda a temporada daquele ano que colocou Senna como um dos grandes nomes da categoria, esta Lotus também tem cadeira cativa no coração e na mente dos brasileiros, com sua cor preta imponente e detalhes dourados.

A intenção do designer é viajar pelo país com esta McLaren, além de outros carros que vai fabricar, e oferecer às pessoas comuns a oportunidade de pilotar o carro de Fórmula 1 mais representativo da história para nós brasileiros e sentirem toda a adrenalina, garra e perseverança que Ayrton sentia a cada vitória. “Quem é fã de velocidade, automobilismo e, claro, do Senna, vai sentir na pele e no coração o que é pilotar um carro de Fórmula 1. No próprio carro do Ayrton então, tenho certeza que muitos não vão segurar as lágrimas”, vislumbra Adhemar.

Adhemar afirma que pretende expandir o serviço no futuro com a criação de mais réplicas de outros carros icônicos no mundo do automobilismo, e seu próximo projeto, já em andamento, é o da Porsche 917, considerada o melhor carro de corrida de todos os tempos. “Será uma experiência única poder propiciar aos amantes do automobilismo a emoção de pilotar carros que nem existem mais”, explica. Neste primeiro momento, a Lotus em construção será para apresentação em exposições e eventos, e, por enquanto, não poderá ser pilotada pelos fãs do nosso maior ídolo do esporte.

Fonte: Agito SP

 

Criador da réplica da McLaren MP4/8 pilotada por Ayrton Senna em 1993 que roubou a atenção no desfile da escola campeã Unidos da Tijuca no Carnaval 2014, Adhemar Cabral assina também peças de decoração, móveis, luminárias e tudo mais que a imaginação do cliente pode querer.

O paulistano Adhemar Cabral, 43 anos, se destaca na criação de objetos de decoração únicos que realizam e aguçam os sonhos dos clientes. Apaixonado por velocidade e artes, o designer e empresário foi o responsável por criar a réplica do Fórmula 1 pilotado por Ayrton Senna em 1993 que roubou a cena na Comissão de Frente da Unidos da Tijuca no desfile campeão que a escola fez no Carnaval 2014 do Rio de Janeiro. O ineditismo idealizado pelo carnavalesco Paulo Barros e transformado em realidade por Adhemar ajudou a Unidos da Tijuca a conquistar o terceiro título do Carnaval carioca dos últimos 5 anos.

Há quatro anos à frente da AC Design, oficina de projetos na zona sul de São Paulo, Adhemar não se limita a produzir protótipos e mockups de carros de corrida, mas sim é especialista em transformar sonhos em realidades produzindo desde esculturas e simples peças de decoração até aviões para decorar a casa dos clientes mais excêntricos.

 

Com a AC Design, Cabral já participou de diversos eventos e exposições, com destaque para a Mostra CoinCs, em 2012, onde produziu 10 porcos gigantes que foram customizados por artistas plásticos renomados e espalhados por São Paulo como uma urna para os cidadãos depositarem suas sugestões de melhorias na cidade, e a Dog Art, no início de 2013, onde fez dezenas de estátuas de cachorros que foram pintadas por artistas e celebridades, como Sabrina Sato e Danilo Gentili, e depois foram leiloadas com parte da renda revertida para a ONG Ampara Animal.

Mais do que a reprodução de carros, Adhemar cria e customiza os mais variados tipos de objetos decorativos, como as poltronas Egg e Panton, personalizadas ao gosto do cliente; luminárias de parede e teto; mesas e cadeiras no formato de pneus; bancos que remetem à parte traseira de Ferraris e Porsches; cubas para banheiros; relógios; esculturas; prateleiras; banquinhos; lixeiras; quadros; e até simuladores de videogame. “Gosto de surpreender o cliente e entregar muito mais do que ele esperava. Nosso slogan é ‘se conseguir colocar no papel, nós podemos construir’. Queremos ser reconhecidos como uma verdadeira e autêntica fábrica de sonhos”, comenta. Além disso, de 09 a 29 de março, Adhemar expõe algumas de suas criações na Velocult, exposição automobilística que acontece no Conjunto Nacional, na Avenida Paulista. Lá, o público poderá ver cadeiras customizadas por ele com a temática da Fórmula 1 e uma réplica da Penske de Emerson Fittipaldi quando corria na Fórmula Indy.

Carnaval 2014

Além dos móveis e itens de decoração, a reprodução de carros de Fórmula 1, Fórmula Indy e de outras categorias automobilísticas é a grande paixão de Adhemar e foram suficientes para Priscilla Mota, coreógrafa da Comissão de Frente da Unidos da Tijuca, encontrá-lo em São Paulo e fazer o primeiro contato visando um projeto especial para o Carnaval 2014, em uma conversa que não quis dizer muita coisa ao designer: “No primeiro contato, achei que fosse alguma ação de agência de publicidade e fiquei muito curioso, mas não consegui descobrir”, diz Adhemar.

Após algumas conversas, Adhemar recebeu o Presidente da Unidos da Tijuca, Fernando Horta e o Carnavalesco Paulo Barros em sua oficina, que tinham um pedido “simples”: fazer a McLaren MP4/8, pilotada por Senna em 1993, andar e roncar forte de verdade. Foi com este carro que Senna venceu o GP Brasil, em Interlagos (SP), quando foi retirado do cockpit pela torcida, que carregou nos braços o estafado ídolo. “Eu estava nesta corrida e participei da invasão da pista. Foi algo emocionante poder ver meu ídolo tão de perto após ele vencer o GP Brasil. Consegui ver nos olhos dele o cansaço, a emoção e a recompensa pela vitória, que era aquele público o carregando nos braços”, relembra Cabral.

O carro roubou a cena no desfile da Unidos da Tijuca, fazendo o público delirar logo com a Comissão de Frente da escola. Saindo de uma “garagem” na avenida, o Fórmula 1 puxava a toalha de uma mesa repleta de troféus, que, por uma “mágica”, não caiam no chão. Roncando forte e em harmonia com a bateria da Unidos, o carro repetiu o movimento algumas vezes, emocionando a torcida e trazendo grandes lembranças na memória dos brasileiros. “Após muito trabalho, inúmeras modificações e adequações para fazer o carro andar, e muita correria, entendi que o que o presidente desejava era emocionar o público na Sapucaí associando o visual do carro de Senna que tanto marcou a vida dos brasileiros com o barulho característico dos potentes motores da Fórmula 1. E deu certo, tudo saiu perfeito e ganhamos o Carnaval. É uma felicidade imensa”, comemora Adhemar.

prateleiras.jpg (1600×1510)

Este McLaren e outros carros que Adhemar vem construindo, agora serão usados em apresentações antes de corridas de campeonatos profissionais de automobilismo, exposições, etc. A intenção do designer é realizar os sonhos dos aficionados por velocidade: “Quero poder proporcionar a sensação de um fã de Fórmula 1 ou do Ayrton Senna andar de verdade em um carro igual ao que ele pilotava, por exemplo. Para um fã isso não tem preço”, completa Cabral.

Fonte: Navy Blue Closet

Empresa paulista faz réplica de MP4/8 usado por Ayrton Senna na vitória de Interlagos em 1993

Réplica foi estrela da comissão de frente da Unidos da Tijuca - Marcelo Sayão/EFE

 

Ao ver na Marquês de Sapucaí a réplica da McLaren MP4/8 usada por Ayrton Senna na vitória do GP Brasil de Interlagos, em 1993, pouca gente imagina o trabalho por trás do modelo. A responsável pelo carro é a AC Design, de São Paulo, comandada pelo designer Adhemar Cabral. A empresa foi procurada pela escola de samba Unidos da Tijuca, cujo enredo homenageou Senna, para realizar o projeto.

A réplica usa como base um Fórmula 3 totalmente funcional, que foi coberto com uma carroceria de fibra de vidro feita nos moldes da McLaren original – a inspiração da AC Design, no entanto, veio de uma miniatura do MP4/8. A estrutura do Fórmula 3 ainda foi modificada, para que largura e comprimento fossem iguais ao carro de Senna.

 

O carro fez sucesso na comissão de frente da Unidos da Tijuca, que foi a última escola a desfilar no carnaval carioca, encerrando o segundo dia de desfiles no fim da madrugada de hoje (4). A agremiação ainda contou com a presença de Viviane e Bruno Senna, irmã e sobrinho de Ayrton, respectivamente.

Fonte: Estadão

Adhemar Cabral também foi o responsável por criar a réplica da McLaren que desfilou com o enredo campeão do carnaval de 2014, no Rio, com a Unidos da Tijuca

O ano de 2014 tem duplo sentido para os fãs deAyrton Senna. É triste, pois faz 20 anos que se foi, parando de alegrar as manhãs de domingo. Mas, ao mesmo tempo, é feliz pela enxurrada de menções e homenagens que resgatam a memória de um dos maiores ídolos brasileiros. Com isso em mente, o designer Adhemar Cabral, fã incondicional de Senna e amante da velocidade, decidiu reproduzir réplicas de dois carros clássicos na história do tricampeão: a Lotus 97T de 1985, com qual Ayrton venceu seu primeiro GP, em Portugal, e a McLaren MP4/8, o carro da volta histórica na chuva, no GP da Europa, e da segunda vitória no GP do Brasil, ambas em 1993.

A réplica da McLaren será a segunda desenvolvida por Adhemar, já que ele foi o responsável por produzir o carro que desfilou com a Unidos da Tijuca no Carnaval 2014 do Rio de Janeiro. Em seu desfile a escola fez uma homenagem a Ayrton Senna, o que rendeu o título à agremiação. Neste novo projeto, Adhemar busca a superação pessoal, já que ele garante que este carro trará detalhes e dimensões idênticas ao bólido pilotado por Senna.

 

– Esta McLaren será quase um filho, pois quero deixá-la exatamente igual a do Ayrton para poder observar a reação das pessoas ao verem o carro. Quero ver e sentir a emoção das pessoas, pois o país inteiro admira o Senna, mesmo quem não gosta de Fórmula 1 – comenta o designer.

Adhemar Cabral e a réplica da McLaren feia para o desfile da Unidos da Tijuca (Foto: divulgação)

Também em produção, está a Lotus que Senna pilotou quando conseguiu sua primeira vitória na Fórmula 1, em 1985, no Autódromo do Estoril, em Portugal. Por este triunfo e por toda a temporada daquele ano que colocou Senna como um dos grandes nomes da categoria, a 97T também tem uma forte representatividade por sua cor preta imponente e detalhes dourados.

A intenção do designer é viajar pelo país com a MP4/8, oferecendo às pessoas comuns a oportunidade de pilotar um dos carros de “Fórmula 1” mais representativos da história. A ideia do criador é fazer com que os “simples mortais” possam sentir a adrenalina, garra e perseverança que Ayrton exaltava a cada vitória.

– Quem é fã de velocidade, automobilismo e, claro, do Senna, vai sentir na pele e no coração o que é pilotar um carro de Fórmula 1. No próprio carro do Ayrton então, tenho certeza que muitos não vão segurar as lágrimas – vislumbra Adhemar.

Neste primeiro momento, a Lotus em construção será para apresentação em exposições e eventos, e, por enquanto, não poderá ser pilotada pelos fãs do nosso maior ídolo do esporte.

Ayrton Senna Lotus GP de Portugal de 1985 (Foto: Divulgação/Lotus)

Fonte: Globo Esporte

Adhemar Cabral - designer vai recriar carros de Senna (Foto: Divulgação)Em homenagem aos 20 anos sem Ayrton Senna, o designer Adhemar Cabral vai recriar os carros mais simbólicos que consagraram o brasileiro como o maior piloto de todos os tempos. O artista, que construiu uma réplica de uma das McLaren que foi destaque da Escola de Samba Unidos da Tijuca, vencedora do Carnaval de 2014, agora projeta um carro da Lotus, o qual Ayrton venceu seu primeiro Grande Prêmio na Fórmula 1, em 1985, em Portugal, e da McLaren MP 4/8 pilotada por Senna quando venceu o GP Brasil pela segunda vez, em 1993. “Esta McLaren será quase um filho, pois quero deixá-la exatamente igual a do Ayrton para poder observar a reação das pessoas ao verem o carro. Quero ver e sentir a emoção das pessoas, pois o país inteiro admira o Senna, mesmo quem não gosta de Fórmula 1”, diz  o designer.

Os assentos da McLaren e da Lotus (Foto: Divulgação)A intenção de Adhemar é viajar pelo país com os carros que vai fabricar e oferecer às pessoas comuns a oportunidade de pilotar um veículo de Fórmula 1. “Quem é fã de velocidade, automobilismo e, claro, do Senna, vai sentir na pele e no coração o que é pilotar um carro de Fórmula 1. No próprio carro do Ayrton então, tenho certeza que muitos não vão segurar as lágrimas”, conta Adhemar que pretende expandir o serviço no futuro com a criação de mais réplicas de outros carros icônicos no mundo do automobilismo. Seu  próximo projeto é o Porsche 917, considerada o melhor carro de corrida de todos os tempos.  “Será uma experiência única poder propiciar aos amantes do automobilismo a emoção de pilotar carros que nem existem mais”, explica.